Mês: novembro 2012

ENTREVISTA com Régis Alain Barbier

Entrevista realizada em 14 de março de 2012 na Universitária FM com o médico e filósofo francês Régis Alain Barbier sobre o lançamento do livro “Essência e Perspectiva Metafísica em Psicoterapia”.

ANTROPOLOGIA – CIÊNCIA E ARTE EXISTENCIAL

ANTROPOLOGIA – CIÊNCIA E ARTE EXISTENCIAL
2010 – 142 pag.

a antropologia não pode ser neutra: o antropólogo está inscrito em ma cultura, marcado por impressões batismais. Um diálogo com o antropólogo Sul Africano Adam Kuper oferecendo uma crítica: Kuper desconstrói as teorias antropológicas a simples jogos de interesses, sem ver, ou desconsiderando, o valor civilizatório e político dos mitos.

Para Barbier, a antropologia não pode ser neutra, uma vez que o antropólogo está inscrito em uma cultura, marcado por impressões batismais. Para ser digno, o estudo antropológico deve reportar ao que é universal, coligado ao que é inerente e específico do Homo sapiente, sapiente: existir rompendo idealismos e racionalismos em busca da virtude individual e coletiva. Régis Alain Barbier estabelece um diálogo com o antropólogo Sul Africano Adam Kuper oferecendo uma crítica, e uma nova construção ao livro “A reinvenção da sociedade primitiva, transformações de um mito”, onde Kuper desconstrói as teorias antropológicas, reduzindo buscas a simples jogos de interesses, sem enxergar, ou desconsiderando, o valor civilizatório e político dos mitos. A ‘academia’, assentada numa neutralidade exorbitando em amoralidade, logo conservadora, parece incapaz de reconhecer e criticar as suas próprias formas: tanto quanto existe uma filosofia melhor, uma civilização mais virtuosa e benigna demonstra seus traços esbouçados em diversas sociedade e culturas.

Essência e Perspectiva Metafísica em Psicoterapia

Psicodinâmica e abordagem cosmo-existencial, uma nova matriz
2011 – 436 pag.

Um novo modelo de terapia, uma nova psicodinâmica. O autor desafia com rigor o paradigma mor da filosofia ocidental: a ‘estraneidade do ‘EU’’. A experiência da unicidade, integração do estado-de-ser, a unidade ser-cosmos, auxilia o indivíduo a resgatar uma visão elevada e heroica de si mesmo.

Um novo modelo de terapia, uma nova psicodinâmica que difere essencialmente das convencionais. A partir de uma nova perspectiva metafísica, um novo mito que afirma a unicidade plena do estado-de-ser, o autor desafia com rigor o paradigma mor da filosofia ocidental: a ‘estraneidade do ‘EU’’. A terapia reinstala a antiga prática filosófica do círculo dialógico. A experiência da unicidade, integração do estado-de-ser, a unidade ser-cosmos, auxilia o indivíduo a resgatar uma visão elevada e heroica de si mesmo, estabelecendo o auto-respeito, a responsabilidade, a aptidão de desenhar compromissos, compreender a necessidade evolutiva da superação e do desapego. Através de diálogos profundos e exercícios práticos, o paciente, chamado de Gilmar, em crise, perdido em memórias negativas, traições, complexidades, começa a desfazer a trama, se libertar de condicionamentos advindos de antigos padrões, desenvolver uma razão qualificada, congruente, passa a admirar o belo e recriar narrativas que iluminam o fundo da caverna onde os distúrbios e neuroses apareciam agigantados como coisas reais e difíceis, nada sendo além de representações.

Entrevista

Realizada em 14 de março de 2012 na Universitária FM com o médico e filósofo francês Régis Alain Barbier sobre o lançamento do livro “Essência e Perspectiva Metafísica em Psicoterapia”.

Entrevista Régis Alain Barbier by unicidade

 

Grupo de Estudos Espinosa

Espinosa

Local: CFCH (centro de filosofia e ciências humanas) – UFPE

15º andar

A proposta inicial é realizar uma leitura crítica da principal obra de Espinosa, a Ética acompanhando o autor nas suas demonstrações geométricas. O estudo acontece todas as terças feiras na parte da manhã, das 9:00 às 12:00 h. A leitura é planejada para acontecer ao longo do ano 2013. Para maiores informações entre em contato com secretaria@iup.org.br

Promoção e animação: Thiago Aquino

 

SPINOZA STUDY GROUP

Venue: CFCH (centre of philosophy and human sciences) – UFPE (Federal University of Pernambuco)

15th floor

The initial proposal is to carry out a critical reading of Spinoza’s main work, the Ethics, following the author in his geometrical demonstrations. The study group takes places every Tuesday morning, from 9am to 12pm. It is planned that these readings will take place throughout the year 2013.  For more information, please get in touch with secretaria@iup.org.br

Desenvolvido por: Midia12